Na pista da Sociedade Hípica Brasileira, saltos de campeões

José Luiz Guimarães de Carvalho venceu três provas, entre elas o GP e a Copa Ouro - Foto divulgação (Médio)

Com 33 provas disputadas por 202 cavaleiros e amazonas, e com 326 animais inscritos para os quatro dias de evento, o Concurso de Saltos Nacional Santo Antônio – competição cinco estrelas encerrada na noite de domingo na SHB – confirmou que o hipismo do Rio de Janeiro atravessa uma ótima fase.

O grande número de inscritos e o elevado nível técnico das provas consolidaram a relevância desse concurso, que ofereceu premiação superior a R$ 350 mil e serviu de palco para competidores em diferentes estágios, desde as jovens revelações até os atletas olímpicos e outros com experiência internacional.

Na quinta-feira, dia de abertura do evento hípico, o cavaleiro Rodrigo Ullmann Lima, montando Kent do Santo Antônio, venceu a Prova BTG Pactual, a 1,30m com desempate, na categoria sênior (38s12). Gabriel Kayan Magalhães, montando Otaviano M; e Thiago Mattos, com Don Juan do Santo Antônio,  também brilharam, garantindo o segundo e o terceiro lugares, respectivamente. José Roberto Reynoso, com Eganix; João Pedro de Souza Robert, com Lord Caretino; e Loisse Garcia, com Colorado do Moinho, completaram o pódio. O primeiro dia foi fechado com a prova em homenagem a Dadado Veiga, a 1,45m, que teve Guilherme Foroni como vencedor (70s60), montando Chelsea JMen; seguido por Ricardo Stefano, com Queretaro Tok; e Fernando de Assis Costa, com Ludona. Tiago Mesquita (4º), com Dilan Royale; Henrique Lobo, com Luther Rosebud; e Thiago Mattos, montando First do Santo Antônio, completaram o pódio.

No segundo dia, a principal prova foi o Prêmio Tulio Severo (a 1,35m, por cronômetro). O vencedor foi José Luiz Guimarães de Carvalho, montando Quiet Van’t Zorgvliet (66s06). Em segundo e terceiro lugares ficaram Luiz Felipe Pimenta Alves, com Ditske S; e Thiago Mattos, com Amor do Santo Antônio, respectivamente. José Roberto Reynoso (4º), com Eganix; José Luiz Guimarães de Carvalho, com Cassiara C Jmen; e Luiz Felipe Pimenta Alves, com Shiva Asa, completaram o pódio.

No sábado, a Pista Roberto Marinho foi palco, entre outras, da Prova Shopping Leblon, com obstáculos a 1,30m. O cavaleiro Rodrigo Ullmann Lima, montando Kent do Santo Antônio, foi o vencedor (63s58). Lucas Mesquita, montando AC Ibrahim; e Gabriel Kayan, montando Otaviano M, também se destacaram ao garantir o segundo e terceiro lugares, respectivamente. Antônio Dorey Corrêa da Veiga (4º), com Holly Santa Cecília; Isadora Pastore Vilela, com Chevaux Chellsini II Z; e Rui Couto, com Arthemus Tok, completaram o pódio.

José Luiz Guimarães de Carvalho venceu três provas, entre elas o GP e a Copa Ouro - Foto divulgação (Médio)
José Luiz Guimarães de Carvalho venceu três provas, entre elas o GP e a Copa Ouro – Foto divulgação (Médio)

O Grande Prêmio Santo Antônio fechou a programação de sábado. No fim da noite, os cavaleiros saltaram a 1,50m, em prova de duas voltas. O resultado final da categoria sênior, considerando os tempos de cada conjunto, teve José Luiz Guimarães de Carvalho como vencedor (50s66), montando Barbarela Jmen. A segunda posição ficou para Guilherme Foroni, montando Chelsea JMen; e o terceiro lugar foi de Ricardo Stefano Teixeira, montando Queretaro Tok. Artemus de Almeida (4º), com Dubruc JMen; José Roberto Reynoso, com Cornet Dor Jmen; e Thiago Mattos, com First do Santo Antônio, completaram o pódio. O GP teve prêmio de R$ 200 mil, e José Luiz Guimarães de Carvalho comemorou a primeira vitória da égua Barbarela Jmen em um GP: “Essa vitória me traz uma emoção espetacular. É resultado de um longo trabalho, e com uma égua fora de série que venceu aqui o seu primeiro Grande Prêmio”, contou.

No domingo, último dia do Concurso de Saltos Nacional Santo Antônio, a Sociedade Hípica Brasileira teve uma noite muito especial, com um bom público assistindo às últimas provas. A principal atração foi a disputa pelo pódio da Copa Ouro Lucia Faria Alegria Simões (a 1,40m), com premiação de R$ 80 mil, em homenagem à amazona olímpica brasileira que faleceu em janeiro último. O primeiro lugar ficou com José Luiz Guimarães de Carvalho (35s35), montando Quiet Van’t Zorgvliet; seguido por Luiz Felipe Pimenta, montando Shiva Asa; e Gabriel Kayan Magalhães, montando Carezzo do Feroleto. O cavaleiro vencedor garantiu também a quarta colocação montando Cassiara C Jmen. Raphael Montesano, montando Lennon Montana; e José Roberto Reynoso, montando Eganix, completaram o pódio.

O vencedor comemorou destacando que foi “um fim de semana iluminado”, com três vitórias na competição, entre elas o GP e a Copa Ouro. “Vencer provas neste esporte é muito difícil, porque vivemos muito mais perdendo do que ganhando. Só tenho a agradecer ao Haras Agromen (Orlândia, SP), pela oportunidade de montar essas três éguas, que são fora de série”, comemorou José Luiz Guimarães de Carvalho.

Jovens talentos do hipismo brasileiro também abrilhantaram a competição na Hípica do Rio. Eles disputaram a quinta etapa das Seletivas da Juventude, que classificam para o Sul-Americano da Juventude 2024, que será realizado em Quito (Equador), de 14 a 20 de outubro. Victoria Ullmann Lima, com Dieulefit do Santo Antônio, foi destaque ao garantir o primeiro lugar na série de 1 metro em sua categoria.

O Concurso de Saltos Nacional Santo Antônio – que teve locução de Luis Fernando Monzon – contou com o patrocínio do BTG Pactual, Grupo Sabemi, Shopping Leblon, Grupo AB e Coudelaria Santo Antônio, além do apoio de Malta Beef Club; Sanol Dog; Alamaster, Rituaali – Saúde do Corpo, Mente e Espírito; Maison du Cavalier; Injoy Suites; Royal Horse; Cachaça da Quinta; Revista Esporte Equestre; Crepes Bom Profit e Equestrian Cavallie.

Colaboração: Fernando Santana
Please follow and like us:
Pin Share

Views: 21