Rafael Miranda com Intuição Método é o campeão do Clássico na final da 53ª Copa São Paulo

O campeão Rafael Miranda com Intuição Método (Luis Ruas) (Médio)

Dos 37 conjuntos, quatro habilitaram-se ao desempate idealizado por Rafael Ferrarez. Terceiro conjunto a largar, Rafael Miranda apresentando a égua BH Intuição Método, de 12 anos, zerou em 49s48, que viria a lhe render o 2º título de sua carreira em um Clássico e primeiro na centenária casa.

Na tarde do domingo, 9/6, o Clássico Troféu Rodolpho Raul Lara Campos (in memoriam), a 1.45m, encerrou a 53ª Copa São Paulo, mais antigo e tradicional concurso hípico da Sociedade Hípica Paulista. 

Último em pista, o top paulista e cavaleiro da casa José Luiz Guimarães de Carvalho com Barbarela JMen, BH de 13 anos, campeã do Clássico no SHP Open 2024, zerou em 41s70, garantindo o vice-campeonato. Já o 3º posto coube ao jovem talento paulista Eduardo Coelho Barbara, campeão sul-americano junior 2023, que montando RSF Princesa, cruzou a linha de chegada, em 41s02, um derrube. Em 4º lugar chegou Gabriel Gouvea montando Quartzo MN Pullmann, um derrube, 46s23, por Minas Gerais. Completaram o placar na 5ª e 6ª colocação, Raphael Leite e Monika Pullmann Império Egípcio e Luis Gustavo Godinho com Lugano JC, que registraram os dois melhores tempos entre os 10 conjuntos que fecharam a 1ª passagem com apenas uma falta, ambos representando São Paulo.

O campeão Rafael Miranda com Intuição Método (Luis Ruas) (Médio)
O campeão Rafael Miranda com Intuição Método (Luis Ruas) (Médio)

“O primeiro percurso estava bem delicado e difícil e a Intuição nos prestigiou com um percurso sem faltas. No desempate, como fui o penúltimo, tentei fazer um bom tempo, cumprir o zero e ela também correspondeu muito bem”, contou o campeão Rafael, brasiliense de 35 anos, radicado em Campinas. “Essa foi minha segunda vitória em um Clássico, a primeira foi em 2023 em um Nacional na Hípica de Campinas”, lembrou o cavaleiro, que também deixou uma dica para quem ainda sonha em vencer uma disputa como essa. “Trabalhar bastante e nunca desistir.”

O Troféu Rodolpho Raul Lara Campos foi criado em memória ao cavaleiro que ao lado do comendador Valentim dos Santos Diniz idealizou o Torneio Pão de Açúcar, atual Copa São Paulo, em 1971, instituindo o primeiro concurso hípico no país com premiação em espécie. Rodolpho Raul de Lara Campos, arrojado cavaleiro que começou a montar somente aos 33 anos, faleceu aos 96 anos em 2020. Em 2024, a Copa São Paulo, Concurso de Salto Nacional cinco estrelas, distribuiu 499 mil em premiação, sendo 70 mil destinados ao Clássico.

Agenda – Agora a Sociedade Hípica Paulista já se prepara para sediar o Campeonato Brasileiro Senior Top (rendimento máximo) e de Amadores, entre 27 a 30/6, e depois o 34º Indoor – Longines São Paulo Horse Show, entre 19 a 25/8, mais badalado concurso hípico no Brasil, principal atração no país após os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Clássico Troféu Rodolpho Raul Lara Campos 
Campeão Rafael Miranda / Intuição Método – FPH – 0/49s48
Vice José Luiz Guimarães de Carvalho / Barbarela JMen – FPH – 0/41s70
3º Eduardo Coelho Barbara / RSF Princesa – FPH – 4/41s02
4º Gabriel de Queiroz Gouveia / Quartzo MN Pullmann (IA) – FHMG – 4/46s23
5º Raphael Machado Leite / Monika Pullman Império Egípcio – 4/73s89
6º Luis Gustavo Godinho / Lugano JC – FPH – 4/73s89

Resultados. 

Colaboração: Carola May

Please follow and like us:
Pin Share

Views: 19