Raphael Leite com Charlene Império Egípcio é o campeão do GP Troféu José Roberto Reynoso Fernandez

Raphael Leite e Charlene Império Egípcio saltam para a vitória (Felippe Saad)

Na noite do sábado, 9/12, o GP Top Riders – Troféu Perpétuo José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete foi a principal atração do Concurso de Salto Nacional 4* que encerra a temporada oficial na Sociedade Hípica Paulista. Estiveram a postos no GP, a 1.50m, 52 conjuntos, incluindo medalhistas pan-americanos e olímpicos. Dez conjuntos foram ao desempate e cinco voltaram a zerar o percurso idealizado por Gabriel Malfatti.

Com atuação perfeita, Raphael Machado Leite, paraibano que defende São Paulo, com Charlene Império Egípcio, égua de criação nacional de 11 anos, levantou a torcida ao cruzar a linha de chegada sem faltas em 36s63, marca que permaneceu imbatível ao final.

Raphael embolsou a fatia de R$ 30 mil de um total de 100 mil em jogo e inscreveu seu nome no hall dos campeões do GP Troféu Perpétuo José Roberto Reynoso Fernandez com direito a uma réplica entregue por José Reynoso Fernandez Filho, campeão sul-americano 2022 e primogênito do homenageado, e sua irmã Manuela Reynoso Fernandez.  José Ramos e Ana Elisa Aguiar Ramos, representando o Haras Império Egípcio, também foram homenageados com uma réplica do Troféu. Vale lembrar que o Haras Império Egípcio comemorou o ouro da égua Chevaux Primavera Império Egípcio no Pan 2023, sob a sela de Stephan Barcha.  

Já o top brasiliense Flávio Grillo Araújo garantiu o vice e 3ª colocação, respectivamente, montando Kirk do Cach e Lorentino JMen, pista limpa, 37s66 e 39s73. O sempre competitivo paranaense Felipe Juares de Lima apresentando Nina Blue M Secco Marathon garantiu o 4º posto, sem faltas, 39s78. O atual pan-americano Stephan Barcha completou o pódio na 5ª e 6ª colocação montando Chevaux Goldfinger Império Egípcio, pista limpa, em 40s20 e com Chevaux Chantilly JMen registrou 37s07, mas com uma falta no ínicio do percurso.

Sobre José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete

O retrospecto de José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete, ilustre cavaleiro sócio da Sociedade Hípica Paulista, o coloca entre os maiores ícones da história do hipismo no país. Foi, aos 15 anos, em 1965, na Itália, que Alfinete conquistou seu primeiro vice-campeonato Mundial de Juniores na Itália. Dois anos depois, em 1967, foi campeão pan-americano por equipes em Winnipeg, no Canadá.

Em 1968 fechou os Jogos Olímpicos do México em 7º lugar. O cavaleiro também foi tetracampeão brasileiro senior (1975/1976/1978 e 1981), hexacampeão do Torneio Pão de Açúcar na Sociedade Hípica Paulista (1975/1977/1978, 1980, 1982 e 1990), entre inúmeras outras conquistas. Alfinete faleceu precocemente aos 54 anos em janeiro de 2022. 


GP Troféu José Roberto Reynoso Fernandez, Alfinete (im memoriam)

2023 Raphael Machado Leite / Chelsea JMen
2022 Guilherme Foroni / Chelsea JMen
2021 Luciana Lóssio / Lady Louise JMen
2020 Thales Marino / Deauville
2019 José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Azrael W
2018 Vitor Alves Teixeira / Hilde Império Egípcio

Pódio GP, 1.50m, 9/12

Raphael Leite e Charlene Império Egípcio saltam para a vitória (Felippe Saad)
Raphael Leite e Charlene Império Egípcio saltam para a vitória (Felippe Saad)

Campeão Raphael Machado Leite / Charlene Império Egípcio – FPH – 0/36s63
Vice Flavio Grillo Araujo / Kirk do Cach – FHBR – 0/37s66
3º Flávio Grillo Araujo / Lorentino JMen – FHBR – 0/39s73
4º Felipe Juares de Lima / Nina Blue M Secco Marathon – FPH – 0/39s78
5º Stephan Barcha / Chevaux Goldfinger Império Egípcio – FPH – 0/40s20
6º Stephan Barcha / Chevaux Chantilly JMen – FPH – 4/37s07

 

Colaboração: Carola May

Visits: 86