Clube do Hipismo
criado em 3/3/2007
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner


Contato





2644229
Today834
Yesterday2479
This week3313
This month26595

Regionais
NÍCOLAS DATTELKREMER SAGRA-SE CAMPEÃO PAULISTA DE SENIOR TOP NO HELVETIA RIDING CENTER
Regionais

NÍCOLAS DATTELKREMER SAGRA-SE CAMPEÃO PAULISTA DE SENIOR TOP NO HELVETIA RIDING CENTER

Colaboração SKS Promoções – Silvia Milani


 
    O talentoso cavaleiro, o jovem empresário Nicolas Dattelkremer com a égua Princess Clara, depois de competir com os mais experientes cavaleiros nacionais, conquista o título máximo da Categoria de Sênior Top do Estado de São Paulo no final de semana, dia 8 de agosto, no Helvetia Riding Center, interior de São Paulo, na cidade de Indaiatuba.
 
  Com apenas 24 anos de idade e uma vida toda de tradição no esporte por fazer parte de uma família tradicional do Sul no hipismo, Dattelkremer conquista seu primeiro título da Categoria Sênior Top, provas de altura de 1,50m com a égua de sua propriedade há seis anos, Princess Clara, terminou o campeonato com apenas 8,13 pontos perdidos depois de três dias de competições, e representou a Sociedade Hípica Paulista. 
 
   O vice campeonato ficou para o cavaleiro Francisco José Mesquita Musa com o animal Premiere Xindrocto Método, com 9,69 pontos perdidos na competição, pela Helvetia Riding Center e na terceira posição  ficou o paulista  José Roberto Reynoso Fernandez Filho e Castor Cooper Sanol Dog Protécnica com 12,00 pontos perdidos no final do campeonato, pelo Clube Hípico de Santo Amaro.
 
  Os percursos que definiram o mais importante título de salto da Federação Paulista de Hipismo para Nicolas Dattelkremer foram desenhados pela armadora internacional Marina Azevedo, que optou durante toda a competição por  traçados delicados que exigiram muita técnica e habilidade de todos os participantes do evento.
 
   O cavaleiro Dattelkremer conta também com outra montada, o cavalo Prince Ricardo que vem conquistando neste ano, títulos importantes no esporte, como recentemente o título máximo da categoria Máster Top, com seu pai, o empresário Alex Dattelkremer. Nicolas prepara seus animais no Haras Verde Vale em Blumenau onde já encontrou dentro do plantel de potros os substitutos para Prince Ricardo e Princess Clara.
 
   Nicolas atua no segmento profissional da Dattelkremer Concepts que tem como objetivo social da empresa, entre outras coisas, o Comercio Varejista de Moveis e Decorações.
 
   "- Ainda tenho importantes competições esse ano para participar com a Princess Clara, como o Concurso Comemorativo de Aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro em setembro e o Indoor da Sociedade Hípica Paulista e, espero manter esse mesmo desempenho do Paulista”. comentou Nicolas ao término da competição.
 

 
Mau tempo não atrapalhou a final do Campeonato Paranaense de Amadores 2010
Regionais

Mau tempo não atrapalhou a final do Campeonato Paranaense de Amadores 2010

Colaboração Verônica Pacheco - Toda Comunicação - foto Juliana Ribas

 
Terminou hoje (1) o Campeonato Paranaense de Amadores 2010, realizado pela Sociedade Hípica Paranaense em Curitiba, com a supervisão da Federação Paranaense de Hipismo (FPrH). Foram 35 conjuntos inscritos – formados por cavaleiros e amazonas filiados a FPrH – que competiram nas categorias Amador A (1,10 m), Amador B (1,00 m), Amador (1,20 m) e Amador Top (1,30). As provas aconteceram nos dias 30 e 31 de julho e 1º de agosto.
 
Astolpho Macedo Souza Neto, presidente da Hípica, considera o campeonato como uma oportunidade dos cavaleiros e amazonas demonstrarem o trabalho executado com seus cavalos em uma efetiva disputa. “É um campeonato tradicional organizado pela Federação Paranaense e coube a Hípica realizá-lo. Foi uma competição de alto nível técnico, seletivo em todas as alturas e extremamente competitivo”, pontua Astolpho. O presidente ainda acrescenta que a competição só veio para somar e “contribui para que todos tenham maior empenho nos treinamentos e na preparação dos cavalos”.
 
“Fiquei muito feliz, fazia muitos anos que eu não tinha um cavalo tão bom como este” comemora o campeão da categoria Amador (1,20 m), Luiz Fernando Albuquerque. Considerado professor no hipismo por seus amigos, Luiz é modesto e afirma que eles dizem isso apenas para estimulá-lo.

“Faz tempo que eu monto, mais de 50 anos”, conta o vencedor. Ele ressalta que o percurso tinha dificuldades sutis e que mesmo a competição sendo para amadores, as provas pareciam profissionais.
 
André Bora Neto, vice-campeão da categoria Amador, concorda com o campeão e para ele foi um orgulho ficar em segundo lugar. “Pra mim não poderia ter sido melhor, ainda mais que eu perdi para o Luiz, que é uma escola de equitação”, considera. Esta vitória teve um gosto especial para o cavaleiro que teve dois acidentes e voltou a saltar neste campeonato. “Eu quebrei a clavícula e fiquei 90 dias parado. Logo depois eu estava treinando e quebrei o tornozelo, foram mais 30 dias sem poder competir. Então eu voltei com um ótimo resultado”, festeja.
 
A campeã da categoria Amador Top (1,30), Giovanna Sobania, revela que no início estava apreensiva. “Eu entrei empatada com o Fefo (Fernando Augusto Sperb) e por isso estava nervosa. O percurso estava bem complicado e tinha concorrentes importantes, mas o cavalo ajudou muito também”, afirma a amazona que considera este título muito importante. Sobre as condições climáticas Giovanna assegura que já havia competido em situações parecidas e por isso entrou confiante. “A chuva e o vento atrapalharam um pouco, mas eu já tinha participado de provas com o tempo assim”, conclui.
 
Confira a classificação final:
 
Categoria Amador B (1,00 m)
1º Valmir Evaldo Kuklik
2º Fernanda Ceconello Seixas
3º Marcela Pimpão     
 
 
Categoria Amador A (1,10 m)
1º João Gilberto G. Freire
2º Bruna Flávia Fregonese
3º Cecília Ortega Lyng
 
 
Categoria Amador (1,20 m)
1º Luiz Fernando Albuquerque
2º André Bora Neto
3º Vivecca Passos
 
 
Categoria Amador Top (1,30)
1º Giovanna Sobania
2º Fernando Augusto Sperb
3º Jayme Canet
 
Os resultados completos estão aqui http://www.fprh.com.br/resultados.php

 

 
JOÃO EDUARDO FERREIRA DE CARVALHO VENCE NO CSN HERDADE DAS PALMAS
Regionais

JOÃO EDUARDO FERREIRA DE CARVALHO VENCE NO CSN HERDADE DAS PALMAS

II Derby será realizado neste domingo

Colaboração Bernardo Monteiro/Roberta Pinto


 O carioca João Eduardo Ferreira de Carvalho foi o grande vencedor deste sábado na principal prova do dia no CSN Herdade das Palmas, que está sendo realizado no Condomínio Herdade das Palmas, em Paulo de Frontin, região serrana do estado do Rio de Janeiro, conhecida historicamente com a região do vale do café. 

Montando Ratina Z ele foi o mais rápido na prova ao cronômetro com obstáculos a 1,30m, com o tempo de 54s24, em pista limpa. Mais cedo ele também havia garantido o primeiro lugar na prova de 1,20m. O segundo colocado foi Lucas Mesquita no dorso de SPS Armagnac, apenas um centésimo mais lento – 54s25. O também carioca João Pedro Neves Cabral completou o pódio com Desirré e o tempo de 59s32.

“Já tinha ido bem com esta égua na prova de ontem quando terminei em quinto e estou super contente com o seu desempenho hoje. É uma montaria da Sabrina Garcia e acredito que ela ainda vai evoluir muito com o tempo. Aos poucos estou colocando-a para saltar alturas maiores e aposto que vamos crescer”, disse João Eduardo.

Ao todo 35 conjuntos entraram na pista de areia Barão do Amparo com 71 segundos de tempo concedido para saltar os 10 obstáculos do percurso idealizado pela course designer Erica Sportiello.

“A prova estava muito equilibrada e o percurso muito bem armado. Espero que amanhã no Derby os ventos continuem soprando a favor”, completou o vencedor que saltará o Derby com Tiara ML.

E as atrações continuam neste domingo, quando será realizado pela primeira vez um Speedy Derby, com um número menor de obstáculos, a 1,20m, apenas para a categoria amador. O conjunto que cumprir o percurso no menor tempo é declarado o campeão e ainda garante uma vaga no Athina Onassis Horse Show, em agosto. Aliás, esta é a última chance de garantir uma vaga para o torneio nesta categoria. Entre os inscritos, temos 10 conjuntos pré-classificados que saíram do Derby de Santo Amaro, em São Paulo, entre eles os cavaleiros Manoel Lopes da Costa, Marco Alho e Sergino Ribeiro de Mendonça, além da amazona Ana Elisa Aguiar.

Outro ponto alto do evento será o Derby, com obstáculos naturais a 1,35m. A pista de grama terá seu percurso traçado pelo desenhador internacional Helio Pessoa. Entre os conjuntos inscritos estão o campeão da edição passada, o paulista José Roberto Reynoso, o bicampeão do Oi Serra e Mar, o carioca Fábio Leivas da Costa, a amazona Joana Valente, entre outros. A prova distribuirá 50 mil reais em prêmios e o vencedor deixará o nome gravado do Troféu Perpétuo Herdade das Palmas.

RESULTADOS DE SÁBADO 31 DE JULHO DE 2010
PROVA 1,30M – ABERTA

1-      João Eduardo Ferreira de Carvalho/Ratina Z – 54s24
2-      Lucas Mesquita/SPS Armagnac – 54s25
3-      João Pedro Neves Cabral/Desiree – 59s32
4-      Paulo Victor Foroni/Made in Metodo – 59s70
5-      João Vitor Marcon/Cantonius JMen – 60s26
6-      Yves Sprotiello/Unerê – 60s73
 
PROVA 1,20M –AMADOR, JOVENS CAVALEIROS E SÊNIOR
AMADOR

1 – João Roberto Marinho/Hari – 31s27
2 – Pedro Barbosa Lima/Upsilon Van De Hessik – 31s54
3- Carlos Eduardo Correa/Abrigate – 38s68
JOVENS CAVALEIROS

1 – Mariana Arnaud/Xingu Itapuã do Ferrarez – 34s24

SÊNIOR

1 – João Eduardo Ferreira de Carvalho/Bella B – 33s01
PROVA 1,10M
1-      João Maurício Barreto/Kênia – 59s23
2-      Patricia Vianna/SL Saque III – 60s08
3-      Edward Amadeo/Best Taylor – 61s69

 

 
LUIZ FRANCISCO AZEVEDO VENCE DERBY DO HERDADE DAS PALMAS
Regionais
 
LUIZ FRANCISCO AZEVEDO VENCE DERBY DO HERDADE DAS PALMAS
Juarez Andrade leva a melhor no Speedy Derby
Colaboração Roberta Pinto foto Alexandre Vidal

O carioca Luiz Francisco de Azevedo deu um show e conquistou o título do II Derby de Palmas, disputado no Condominio Herdade das Palmas, em Paulo de Frontin, região serrana do estado do Rio de Janeiro. Montando Sju Da Horn elle foi o mais rápido no desempate com o tempo de 52s28, em pista limpa. A amazona Joana Valente garantiu o segundo posto no dorso de Alca de Vanta, com o tempo de 54s36.  O conjunto formado por Antônio Pimentel e quarup D’Oro completou o pódio com o tempo de 213s27 e três pontos.

“O Derby é uma prova diferente de qualquer competição e trás complicações diferentes do que qualquer outra prova. Afinal nem você e nem o cavalo estão ambientados com os obstáculos porque são competições atípicas. Então isso trás um sabor ainda melhor para esta vitória porque você não sabe como o cavalo vai reagir”, festejou Chiquinho que está se tornado um especialista em Derbys, já que também subiu ao lugar mais alto do pódio em Santo Amaro este ano.

“Lá em Santo Amaro venci com o Uno e Basta e hoje o cavalo foi outro. Ser premiado com uma vitória em uma competição assim é o objetivo então é pra festejar mesmo e comemorar”, completou o campeão que escreveu seu nome do torféu Perpétuo Herdade das Palmas.

Os 13 conjuntos entraram na pista de grama tinham 205 segundos para saltar os 20 obstáculos naturais do percurso traçado pelo course designer internacional Helio Pessoa. Devido ao elevado grau de exigência, apenas dois conjuntos classificaram-se ao desempate – Luiz Francisco Azevedo e Joana Valente. Vale destacar que outros três conjuntos cometeram faltas no último obstáculo – Marcelo Ciavaglia, José Marcos de Souza Baptista e Leandro Serrano – e por pouco não chegaram ao desempate.

“Embora não tenha vencido estou muito satisfeita com o resultado. Minha égua não é especialista em provas de velocidade, então o desempate foi ainda mais complicado pra mim. Mas ela se comportou bem e consegui ficar em segundo”, comemorou a amazona Joana Valente. 

O Speedy Derby, que teve sua estréia em Palmas neste ano, com um número menor de obstáculos, a 1,20m, apenas para a categoria amador, teve Juarez Andrade no dorso de Kopenhagen como o grande vencedor. Ele ainda garantiu uma vaga no Athina Onassis Horse Show, no final do mês. O vice-campeão foi o cavaleiro Marco Alho.
 
II DERBY DE PALMAS – 1,35M  - PISTA DE GRAMA

1 –Luiz Francisco Azevedo/Sju da Horn – 52s28
2- Joana Valente/Alca de Vanta – 54s36
3- Antônio Pimentel//Quarup D’Oro – 213s27 – 3 pontos
4 – José Marcos de Souza Baptista/Safir Santa Cecilia – 169s77 – 4 pontos
5 – Leandro Serrano/Palmar – 172s10 – 4 pontos
6 – Marcelo Ciavaglia/Ursula Masangana – 180s – 10 pontos
 
SPEEDY DERBY – 1,20M – PISTA DE GRAMA

1-      Juarez Andrade/Konpenhagen – 112s18
2-      Marco Alho/Aclaro-126s21
3-      Paulo Fernando Vignoli/Sound of Silence – 112s15 – 4 pontos
 

 
ANDREA GUZZO DÁ SHOW E VENCE SEXTA EDIÇÃO DO OI SERRA E MAR DE HIPISMO
Regionais

 

ANDREA GUZZO DÁ SHOW E VENCE SEXTA EDIÇÃO DO OI SERRA E MAR DE HIPISMO

Colaboração Bernardo Monteiro e Roberta Pinto, foto Alexandre Vidal

A baiana Andrea Guzzo Muniz Ferreira é a mais nova campeã do Oi Serra e Mar de Hipismo. Na grande final da sexta edição do torneio amazona deu um verdadeiro show e levou o público presente no Haras Domar, em Itaipava, na região serrana do Rio de Janeiro, ao delírio ao fazer uma brilhante apresentação no dorso de sua égua Lucky Electra Xangó. Ela fez o melhor tempo do desempate do Grande Prêmio Oi, com obstáculos a 1,40m, marcando 39s71, em pista limpa. Com a vitória, ela ganhou uma Mitsubishi TR4 0 km, escreveu seu nome no Troféu Perpétuo Marcello Alencar e ainda garantiu classificação para o Athina Onassis Horse Show, em agosto. 

O segundo posto ficou com Mario Appel/Jofre de Rolande Bom Sabor, com o tempo de 40s23, sem faltas. O conjunto José Marcos de Souza Baptista/Audácia Santa Cecília ficou com a terceira colocação marcando 49s67, também sem faltas.

“Estou muito, muito feliz! Este desempate foi muito emocionante porque cada conjunto que entrava na pista baixava um pouco o tempo do competidor anterior. Quando entrei sabia que seria difícil,  mas felizmente deu super certo”, festejou a amazona, rasgando elogios para sua montaria.

“Esta égua é uma guerreira. Salto com ela desde que ela nasceu e ela só me dá alegrias. Embora seja bastante elétrica, como o nome mesmo diz, na hora de saltar o obstáculo ela se concentra e faz isso ai que vocês viram”, completou a amazona de 34 anos.

Os 25 conjuntos que entraram na pista do Manegé Domar para a primeira passagem tinham 79 segundos de tempo concedido para saltar os 12 obstáculos do percurso idealizado pela course designer Lucia de Alegria Faria Simões. Estariam habilitados para a segunda passagem todos os zeros ou 25% do total (oito conjuntos). Devido ao elevado grau de dificuldade da prova apenas cinco competidores não cometeram infrações e outros três conjuntos com uma falta garantiram vaga para a disputa do troféu.

Andrea foi a sexta competidora a entrar na pista para o segundo percurso, que desta vez tinha sete obstáculos. Até o momento, o paulista Mario Appel vencia com o tempo de 40s23 . Ela fez uma pista perfeita e ainda baixou em quase um segundo a marca do concorrente, não sendo mais alcançada pelos outros dois que viriam a seguir.

“Só vi que poderia vencer no último obstáculo. Estava zerada e com um bom tempo, arrisquei tudo e conquistamos a vitória. A pista estava difícil e muito bem armada pela Lúcia, o que torna o título ainda mais especial”, encerrou.

E o dia foi mesmo das mulheres.  As outras duas provas do dia, categorias amador e amador A, foram vencidas por amazonas.  No Grande Prêmio Oi, na categoria amador, com obstáculos a 1,20m, a amazona paulista Ana Eliza Ramos foi a grande campeã montando Jumbo Imperio Egpicio com o tempo de 34s99 em pista limpa, escrevendo seu nome no Troféu Rodolpho Figueira de Mello. O cavaleiro Ricardo Vianna foi o vice-campeão no dorso de Lua Exponencial com o tempo de 35s71, sem faltas. A medalha de bronze ficou com o conjunto de Aida Nunes/Debby, com o tempo de 36s29, também sem faltas.

Na categoria amador A, 1,10m, o Grande Prêmio Mitsubishi, a amazona da Federação do Rio de Janeiro subiu ao lugar mais alto do pódio montando Millenium, com o tempo de 33s26, em pista perfeita. O segundo posto ficou com Marcelo Kuschewsky no dorso de Special Bem, com o tempo de 36s90 e zero pontos na pista. A terceira colocação ficou para João Maurício Barreto e Dilo, 37s18, sem faltas.

GRANDE PRÊMIO OI – 1,40M

1 – Andrea Guzzo/Lucky Electra Xangó – 39s71 – sem faltas
2 – Mario Appel/Jofre de Rolande Bom Sabor – 40s23 – sem faltas
3 – José Marcos de Souza Baptista/Audácia Santa Cecília – 49s67 – sem faltas
4 – Luiz Francisco de Azevedo/Uno e Basta – 38s49 – 4 pontos
5 – Marcos Ribeiro dos Santos/Galant de La Land – 39s84 – 4 pontos
6 – Thiago Mesquita/Ocana – 41s04 – 4 pontos

VENCEDORES DO OI SERRA E MAR DE HIPISMO – CATEGORIA SÊNIOR

2005- FÁBIO LEIVAS
2006- MARIELA AMODEO
2007- FÁBIO LEIVAS
2008- JOSÉ ROBERT/.O REYONOSO
2009 – RODRIGO MARINHO
2010 - ANDREA GUZZO MUNIZ FERREIRA

 
FÁBIO LEIVAS FAZ HISTÓRIA E SAGRA-SE CAMPEÃO DO 15° TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS
Regionais

FÁBIO LEIVAS FAZ HISTÓRIA E SAGRA-SE CAMPEÃO DO 15° TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS
 
Colaboração BR Sports – Bernardo Monteiro – Roberta Pinto foto Alexandre Vidal
 
O tricampeão carioca de saltos Fábio Leivas é o mais novo vencedor do Torneio Haras Vale das Estrelas. Montando Une Prince Domar, ele foi o mais rápido no desempate do Grande Prêmio Banco Prosper com o tempo de 34s58, em pista perfeita, garantindo o título da 15ª edição de uma das tradicionais competições hípicas.. A segunda colocação ficou para Sergio Marins e CHJR Land Insbruck com o tempo de 34s91, sem faltas. O conjunto Stephan Barcha/Unesco Método completou o pódio com o tempo de 35s17, também sem faltas.
 
É a primeira vez que Leivas escreve seu nome do Troféu Perpétuo Haras Vale das Estrelas.
 
“ É muito bom vencer pela primeira vez um torneio tão tradicional como este. Já tinha até vencido o Grande Prêmio aqui mas ainda era no ano em que na pontuação geral contavam os dois dias e acabei sendo o vice-campeão. Acabei quebrando a escrita”, festejou Fábio que também venceu pela primeira o The Best Jump de Porto Alegre.
 
Os 44 conjuntos que entraram na pista do Haras Vale das Estrelas tinham 79 segundos de tempo concedido para saltar os 12 obstáculos do percurso idealizado pela course designer paulista Marina Azevedo. Neste tipo de prova 25% do total (11 conjuntos) ou todos os zeros já tinham classificação garantida para a segunda passagem.
Mas 20 conjuntos conseguiram cumprir o grau de exigência. Entre eles, vale destacar, Sergio Marins, Luiz Francisco de Azevedo e José Roberto Reynoso que colocaram suas duas montarias no desempate. Este último ainda marcou o melhor tempo da primeira volta (71s07).
No entanto, quem realmente brilhou foi o tricampeão carioca de saltos
 
Fábio Leivas. Ele foi o nono conjunto a entrar na pista, marcou um bom tempo em pista limpa, não conseguindo ser mais alcançado por nenhum dos outros 11 concorrentes que vieram a seguir.
 
“Foi um desempate com muita gente e procurei ser bem arrojado no início da prova e cuidei no final, mas sabia que como viria muita gente depois de mim tinha o risco de ser batido. Mas acabou que eles fizeram faltas e pude comemorar”, completou Leivas, já pensando no seu próximo desafio, na semana que vem, a grande final do Oi Serra e Mar, no Haras Domar, dia 24.
 
“No Serra e Mar salterei com o Lancelot e meu objetivo inicial é garantir a classificação para o desempate, depois disso, a gente vê o que dá”, encerrou. 
 
 O paulista José Roberto Reynoso que buscava o tricampeonato e conseguiu colocar seus dois cavalos no desempate, embora tenha feito os dois melhores tempos do desempate (33s37 e 33s47) cometeu uma falta e não ficou entre os seis primeiros classificados.
 
Na categoria Amador A, com obstáculos a 1,10m, o grande campeão foi Manuel Lopes da Costa montando Welton das Palmas seguido por Felipe Pessoa e sua égua Dóris.
 
Na série Jovens Cavaleiros A, também a 1,10m, André Oliveira conquistou o primeiro lugar no dorso de Insano Look. O conjunto vice-campeão foi Belmiro Tavares/Carol.
 
Ainda no sábado, na prova High End, com obstáculos a 1,20m, a amazona Ainda Nunes  montando Debby ficou em primeiro na série Amador com o tempo 51s28. A segunda colocação ficou para Gilberto Solanês Junior com As do Jato em 51s56. Em terceiro chegou Flávia Mendonça no dorso de Best Joice Salamandra Latina com o tempo de 55s02.
 
O torneio distribuiu mais de 70 mil reais em premiação e teve patrocínio do Banco Prosper e dos Cimentos Tupi. O apoio foi da Vivo, Lacca, Apolo Tubulares, Monte Carlo Jóias, AD Life Style, GPC-Química, High End, RH Royal Horse, Limpart Rio, Hotel Portobello, Moreira Calçados e Maison Du Cavalier.
 
 
GRANDE PRÊMIO BANCO PROSPER – 1,35M
 
1 – Fábio Leivas da Costa/Une Prince Domar – 34s58- sem faltas
2 – Sergio Marins/CHJR Land Insbruck – 34s91 – sem faltas
3 – Stephan Barcha/ Unesco Metodo – 35s17 – sem faltas
4 – Felipe Amaral/Audácia Santa Cecília – 36s07 – sem faltas
5 – Sergio Marins/CHJR Quiny Van Het Sunishoff – 36s36- sem faltas
6 – Loisse Garcia/Equity Spiritus Marcolab – 36s45 – sem faltas
 
Os campeões de todas as edições:
 
1996 - Luciano Blessman
1997 – Carlos Vinicius da Motta
1998 - Júlio Mattos
1999 - Bernardo Resende Alves
2000 - Loisse Garcia
2001 - Vitor Alves Teixeira
2002 – Carlos Vinicius da Motta
2003 - Pedro Paulo Lacerda
2004 - André Miranda
2005 -NÃO FOI DISPUTADA PROVA NA SÉRIE ABERTA
2006 – Luciano Blessmann
2007- Vitor Alves Teixeira
2008 – José Roberto Reynoso
2009 – José Roberto Reynoso
2010 – Fábio Leivas da Costa
 

 

 
STEPHAN BARCHA É O DESTAQUE DO DIA NO 15º TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS
Regionais
STEPHAN BARCHA É O DESTAQUE DO DIA NO 15º TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS
 
Colaboração BR Sports – Bernardo Monteiro –Roberta Pinto foto Alexandre Vidal

 
 O jovem cavaleiro Stephan Barcha foi o grande destaque da Prova Vivo, com obstáculos a 1,30m, no segundo dia de competição do 15º Torneio Haras Vale das Estrelas, que está sendo disputado em Pedro do Rio, região serrana do estado do Rio de Janeiro.
 
Montando Wonderful Vini Vid Vince o carioca foi o mais rápido com o tempo de 26s33, em pista limpa. A amazona venezuelana Loisse Garcia e seu MGM Gotha Marcolab chegaram na segunda colocação com o tempo de 27s42, sem faltas. O bicampeão do torneio, Luciano Blessmann ficou em terceiro no dorso de Triton, marcando 28s57, também sem faltas.
 
“Foi uma prova de confraternização para quem optou por não saltar o GP. Foi uma prova boa, dos cavalos mais jovens e daqueles que não saltaram tão bem ontem e ter vencido foi uma surpresa boa. A chuva não chegou atrapalhar porque caiu forte no meio da prova e não deu para estragar o piso. Apenas em algumas curvas que era preciso entrar com menos velocidade, mas nada que interferisse no resultado final”, contou Stephan.
 
Ao todo 17 conjuntos entraram na pista do Haras Vale das Estrelas para saltar os obstáculos do percurso de duas voltas, idealizado pela desenhadora paulista Marina Azevedo. Na primeira volta os conjuntos tinham 52 segundos de tempo concedido para saltar os oito obstáculos e, apenas aqueles que não cometessem faltas, permaneciam na pista para pular os outros cinco obstáculos, em no máximo 43 segundos. Daqueles que começaram apenas nove classificaram-se à segunda volta.
 
O torneio distribuirá mais de 70 mil reais em premiação e tem patrocínio do Banco Prosper e dos Cimentos Tupi. O apoio é da Vivo, Lacca, Apolo Tubulares, Monte Carlo Jóias, AD Life Style, GPC-Química, High End, RH Royal Horse, Limpart Rio, Hotel Portobello, Moreira Calçados e Maison Du Cavalier.
 
Neste domingo, às 11h30m, será disputado o Grande Prêmio Banco Prosper, com obstáculos a 1,35m.
 
“Minha expectativa para o GP é a melhor possível. Me classifiquei com o Nation, um cavalo emprestado do meu amigo, Fernando Mascarenhas, que salta na amador mas não poderá vir. Serão obstáculos mais altos mas aposto que vamos fazer uma boa parceria”, encerrou Barcha.
 
Na prova Haras Vale das Estrelas com obstáculos a 1,10m, categoria Amador A, a vencedora foi Raffaela Lins montando Fantástica. A segunda colocação ficou com Manuel Lopes da Costa e Welton das Palmas e o conjunto Caroline Dias/Mambo do El Dorado completou o pódio.
 
Já na Prova Monte Carlos Jóias, categoria Jovens Cavaleiros A, com obstáculos a 1,10m, o campeão foi André Pereira Oliveira com Insano Look. O segundo posto foi de Belmiro Tavares Netto montando Carol e a terceira colocação foi da amazona Antônia Souto com Aceguá.
 
 
PROVA VIVO – 1,30M
 
1 – Stephan Barcha/Wonderful Vini Vid Vince – 26s33
2 – Loisse Garcia/MGM Gotha Marcolab – 27s42
3 – Luciano Blessmann/Triton – 28s57
4 – José Marcos de Souza Baptista/Agakan SantaCecília – 28s94
5 – Marcelo Ciavaglia/Ursula Santa Cecília – 30s67
6 – Vinícius Santos Silveira/Nina Master Química – 31s67
 
 
Os campeões de todas as edições:
 
1996 - Luciano Blessman
1997 – Carlos Vinicius da Motta
1998 - Júlio Mattos
1999 - Bernardo Resende Alves
2000 - Loisse Garcia
2001 - Vitor Alves Teixeira
2002 – Carlos Vinicius da Motta
2003 - Pedro Paulo Lacerda
2004 - André Miranda
2005 -NÃO FOI DISPUTADA PROVA NA SÉRIE ABERTA
2006 – Luciano Blessmann
2007- Vitor Alves Teixeira
2008 – José Roberto Reynoso
2009 – José Roberto Reynoso
 
 
PROGRAMAÇÃO TÉCNICA
 
 
DOMINGO – 18 DE JULHO
 
Prova 06 – Lacca e Irish Garden - 09.30 horas
CSN - Amador A e Jovens Cavaleiros A
– CSN 1.10M x 1.40M – Tab.C. art. 239 e 263 – Velocidade 350M/M
 
Prova 07 – GP Banco Prosper -11.30 horas
CSN CLASSIFICADOS DA PROVA Nº 01
Aberta para as categorias Junior, Amador Top, Young Riders e Sênior com
premiação em conjunto
GRANDE PRÊMIO – COMPETIÇÃO EM DUAS VOLTAS
CSN 1.35M x 1.70M – Velocidade 350 M/M- Tab. A, art. 273.3.3 – Dois percursos. O segundo percurso para 25% dos efetivamente participantes do 1º percurso. No mínimo todos os percursos sem faltas, e um mínimo de 8 conjuntos. Os conjuntos com penalidades no primeiro percurso, serão classificados conforme falta e tempo. Classificação final conforme art. 273.4.3: somatório das faltas dos 2 percursos e tempo do segundo percurso.
 
Prova 08 – GP Cimentos Tupi - 13.30 horas
AMADOR e Jovens Cavaleiros
COMPETIÇÃO EM DUAS VOLTAS
- CSN 1.20M x 1.50M – Velocidade 350 M/M- Tab. A, art.
273.3.3 – Dois percursos. O segundo percurso para 25% dos
efetivamente participantes do 1º percurso. No mínimo todos os
percursos sem faltas, e um mínimo de 8 conjuntos. Os conjuntos com
penalidades no primeiro percurso, serão classificados conforme falta e
tempo. Classificação final conforme art. 273.4.3: somatório das faltas
dos 2 percursos e tempo do segundo percurso.

 
LUIZ FRANCISCO DE AZEVEDO VENCE NA ABERTURA DO 15º TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS
Regionais

LUIZ FRANCISCO DE AZEVEDO VENCE NA ABERTURA DO 15º TORNEIO HARAS VALE DAS ESTRELAS

Colaboração BR Sports, crédito da foto: Alexandre Vidal

O carioca Luiz Francisco de Azevedo foi o grande destaque na abertura do 15º Torneio Haras Vale das Estrelas, que está sendo disputado em Pedro do Rio, região serrana do Rio de Janeiro.

Montado Uno e Basta ele foi o mais rápido na prova de velocidade, com obstáculos a 1,30m, anotando o tempo de 50s72. O segundo posto ficou para Pedro Paulo Lacerda e Simphony Van Het Sitio Chuim, com o tempo de 51s02. O conjunto Rodrigo Sarmento/Calvorado J Men completou o pódio com 52s89.

“Foi uma prova bastante competitiva por ser dentro de um dos mais tradicionais torneios hípicos e exatamente pelas características de reunir os melhores cavaleiros do país. Meu cavalo se comportou super bem, aliás vem em uma excelente fase, me dando muita alegria e hoje não foi diferente”, contou Chiquinho Azevedo.

O torneio distribuirá mais de 70 mil reais em premiação e tem patrocínio do Banco Prosper e dos Cimentos Tupi. O apoio é da Vivo, Lacca, Apolo Tubulares, Monte Carlo Jóias, AD Life Style, GPC-Química, High End, RH Royal Horse, Limpart Rio, Hotel Portobello, Moreira Calçados e Maison Du Cavalier.
 
Ao todo 73 conjuntos entraram na pista para saltar os 11 obstáculos do percurso traçado pela paulista Marina Azevedo. Como a prova era de velocidade, cada infração era acrescida quatro segundos ao tempo final do conjunto. Esta prova classificou os 40 melhores conjuntos para o Grande Prêmio Banco Prosper, que será disputado no domingo, em duas voltas e com obstáculos a 1,35m.

“Foi uma prova muito rápida. Quando entrei na pista sabia que precisava imprimir um ritmo muito forte porque o Pedro Paulo, que terminou em segundo, já tinha marcado um ótimo tempo. Procurei galopar bastante e felizmente deu tudo certo”, encerrou Chiquinho.
 
PROVA O GLOBO – 1,30M

1 – Luiz Francisco de Azevedo/Uno e Basta – 50s72
2 – Pedro Paulo Lacerda/Simphony Van Het Sitio Chuim – 51s02
3 – Rodrigo Sarmento/Calvorado J Men – 52s89
4 – José Roberto Reynoso/Castor Cooper Sanol Dog Protecnica – 52s99
5 – João Eduardo Ferreira de Carvalho/Chiara WNL – 53s89
6 – Loisse Garcia/Equity Sipiritus Marcolab – 53s87
 
Os campeões de todas as edições:
 
1996 - Luciano Blessman
1997 – Carlos Vinicius da Motta
1998 - Júlio Mattos
1999 - Bernardo Resende Alves
2000 - Loisse Garcia
2001 - Vitor Alves Teixeira
2002 – Carlos Vinicius da Motta
2003 - Pedro Paulo Lacerda
2004 - André Miranda
2005 -NÃO FOI DISPUTADA PROVA NA SÉRIE ABERTA
2006 – Luciano Blessmann
2007- Vitor Alves Teixeira
2008 – José Roberto Reynoso
2009 – José Roberto Reynoso
 
 
PROGRAMAÇÃO TÉCNICA
 
 
SÁBADO – 17 DE JULHO

Prova 03 – Monte Carlo Jóias - 10.00 horas -
Amador A, Jovens Cavaleiros A e Pré Mirim
COMPETIÇÃO EM DUAS VOLTAS
CSN 1.10M x 1.40M – Velocidade 350 M/M- Tab. A, art. 273.3.3 –
Dois percursos. O segundo percurso para 25% dos efetivamente participantes do 1º percurso. No mínimo todos os percursos sem faltas, e um mínimo de 8 conjuntos. Os conjuntos com penalidades no primeiro percurso, serão classificados conforme falta e tempo. Classificação final conforme art. 273.4.3: somatório das faltas dos dois percursos e tempo do segundo percurso.
 
Prova 04 – Vivo - 13.00 horas
PROVA DE CONFRATERNIZAÇÃO
Aberta para as categorias Junior, Amador Top, Young Riders e Sênior com premiação em conjunto
Exclusiva para os 40 não classificados para o GP
CSN 1.30M x 1.60M – Tab.A – 1 Duas Fases – art. 274 5.3 –Velocidade 350M/M
 
Prova 05 – High End - 15.00 horas
CSN – Amador  – CSN 1.20M x 1.50M - Tab.C – art. 239 e 263 - Velocidade 350M/M
 
A SEGUIR - PROVA EXTRA – CARRO E CAVALO
 
DOMINGO – 18 DE JULHO
 
Prova 06 – Lacca e Irish Garden - 09.30 horas
CSN - Amador A e Jovens Cavaleiros A
– CSN 1.10M x 1.40M – Tab.C. art. 239 e 263 – Velocidade 350M/M
 
Prova 07 – GP Banco Prosper -11.30 horas
CSN CLASSIFICADOS DA PROVA Nº 01
Aberta para as categorias Junior, Amador Top, Young Riders e Sênior com premiação em conjunto
GRANDE PRÊMIO – COMPETIÇÃO EM DUAS VOLTAS
CSN 1.35M x 1.70M – Velocidade 350 M/M- Tab. A, art. 273.3.3 – Dois percursos. O segundo percurso para 25% dos efetivamente participantes do 1º percurso. No mínimo todos os percursos sem faltas, e um mínimo de 8 conjuntos. Os conjuntos com penalidades no primeiro percurso, serão classificados conforme falta e tempo. Classificação final conforme art. 273.4.3: somatório das faltas dos 2 percursos e tempo do segundo percurso.
 
Prova 08 – GP Cimentos Tupi - 13.30 horas
AMADOR e Jovens Cavaleiros
COMPETIÇÃO EM DUAS VOLTAS
- CSN 1.20M x 1.50M – Velocidade 350 M/M- Tab. A, art.
273.3.3 – Dois percursos. O segundo percurso para 25% dos efetivamente participantes do 1º percurso. No mínimo todos os percursos sem faltas, e um mínimo de 8 conjuntos. Os conjuntos com penalidades no primeiro percurso, serão classificados conforme falta e tempo. Classificação final conforme art. 273.4.3: somatório das faltas dos 2 percursos e tempo do segundo percurso.
 
Endereço do Haras Vale das Estrelas
Estrada BR 040 - Pedro do Rio - Petrópolis
www.harasvaledasestrelas.com.br

 
Guega vence etapa do Ranking Fri-Ribe/Club Med
Regionais

Guega vence etapa do Ranking Fri-Ribe/Club Med

Competição também somou pontos para a Federação Paulista de Hipismo

Colaboração Toque de Letra, comunicação

O cavaleiro Serguei Fofanoff, o Guega, venceu, neste domingo (27/06), a principal prova da IV Etapa do IV Etapa Ranking Fri-Ribe/Club Med, a 1,20mt. A competição, realizada no Centro Hípico Guega, em Ribeirão Preto (SP), reuniu mais de 100 conjuntos em oito categorias, de Percurso a 1,20mt.

Nesta etapa, as séries 0,40m, 0,60m, 0,80m e 0,90m somaram pontos também para o Ranking Regional da Alta Mogiana de Equitação Fundamental, promovido da Federação Paulista de Hipismo (FPH).

Além do primeiro lugar na categoria 1,20mt, montando Bárbara TW, Guega também conquistou a terceira colocação na série, com Ekus TW. Outros destaques da etapa foram Eduardo Murakawa, vencedor da 0,90m e quarto na 1,00mt, e Luciana Esteves, segunda colocada nas duas séries.

O Ranking Fri-Ribe/Club Med distribui prêmios em espécie do primeiro ao quarto lugar, nas categorias 1,00m 1,10m e 1,10m aberta, 1,20m e 1,30m, assim como troféus e medalhas. Além disso, todos participam, ao final da temporada, do sorteio especial de uma moto 0 km, televisão, computador, Home Theater, DVD, Playstation II e MP4.

Acesse o site www.guega.com.br e confira resultados e fotos das três primeiras etapas do Ranking Fri-ribe / Club Med de Hipismo 2010, além de informações sobre o Centro Hípico Guega.

RESULTADOS – IV ETAPA

Categoria Percurso

1º Alessandra Couto de Oliveira
2º Isabella Carvalho Scuracchio
3º Marina Barbosa Fernandes
 

Categoria 0,40m
 

1º Estevão Lanzarim
2º Catarina Mariano de Castro
3º Julia Lauzo do Amaral

Categoria 0,60m

1º João Pedro Algarte
2º Maria Eugenia Nakada Bessi
3º Rafaela Urbino Phelipe
 

Categoria 0,80m
 

1º Stefane Hacker
2º Laudes Dall Bello Jr
3º Eduardo Motta

Categoria 0,90m

1º Eduardo Murakawa
2º Luciana Esteves
3º Gabriel Ereji Junqueira

Categoria 1,00m

1º Gabriel Ereji Junqueira
2º Luciana Esteves
3º Helena Afonso Franco

Categoria 1,10m

1º Gabriel Figueiredo Silva Cury
2º Tânia Ricciard Rodriguez
3º Helena Afonso Franco

Categoria 1,20m

1º Serguei Fofanoff
2º Dalton Maia
3º Serguei Fofanoff
 

 
Mulheres brilham saltando na Hípica neste final de semana
Regionais


Mulheres brilham saltando na Hípica neste final de semana

Colaboração Verônica Pacheco - Toda Comunicação


Adrenalina e emoção foram os sentimentos que moveram as amazonas, destaque do final de semana na Sociedade Hípica Paranaense, através do Campeonato Paranaense de Amazonas, realizado entre os dias 11 a 13 de junho.

A expectativa ficou por conta das provas com maiores graus de dificuldade, como a final de 1,30 m – o momento mais aguardado da tarde de domingo, com a presença de Roberta Greca Schaffer e Giovanna Sobania disputando a primeira colocação.

Durante o reconhecimento do circuito, todas estavam ansiosas. “Momentos antes de entrar, sempre acelera o coração, ainda mais quando o salto é mais alto e requer muita atenção e sintonia com o cavalo”, diz Roberta. Giovanna compartilha desse sentimento e acrescenta: “A expectativa é grande, pois essa é uma competição muito importante para uma amazona”.

De acordo com Vailton Cordeiro, mais conhecido como Baíca, diretor geral da Sociedade Hípica Paranaense, a disputa foi boa e a emoção também. “Quem está liderando sempre está nervoso, com a adrenalina lá em cima”, acrescenta.

Baíca ainda explica que quem leva o título é a amazona que derrubar menos obstáculos no tempo de 74 segundos. “Mas vale lembrar, que cada categoria é um circuito novo e os obstáculos variam”, afirma.

Giovana já entrou na pista como a favorita, devido a vantagem conquistada nas outras etapas e não decepcionou. Após uma bela disputa, foi a grande vencedora conquistando o lugar máximo no pódio, com seu cavalo Átomo Classi. Já Roberta Greca Schaffer e seu cavalo Hatilla Adal ficaram na segunda colocação.

Para Fernando Sperb, o Campeonato Paranaense de Amazonas foi um sucesso. “A vitória de Giovanna já era esperada, pois ela já vinha liderando desde o primeiro dia. Todas as amazonas estão de parabéns”, finaliza.


Categorias

A competição teve um diferencial, pois só contou com a presença feminina nas seguintes provas: Amazona B (LB) com saltos de 1,00m, Amazona A (LA) com saltos de 1,10m, Amazona (L) com saltos de 1,20m e Amazona Top (LT) com saltos de 1,30m. Além de ser uma boa oportunidade para todas as amazonas do estado mostrarem o seu trabalho.
 

 
YASMIN CARMONA LEVA O TÍTULO DE CAMPEÃ PAULISTA DE SALTO DE 2010 PELOS JOVENS CAVALEIROS
Regionais

YASMIN CARMONA LEVA O TÍTULO DE CAMPEÃ PAULISTA DE SALTO DE 2010 PELOS JOVENS CAVALEIROS

De SKS Promoções – Silvia Milani

   Entre os dias 4, 5 e 6 de junho, foi disputado na Hípica Manege Alphaville, o título maior da Federação Paulista de Hipismo na modalidade de salto para a Categoria de Jovens Cavaleiros.

   A amazona Yasmin Carmona com Casulo JMen, que conta com o patrocino de Lukarmona Sports deu um verdadeiro show de técnica e habilidade nos três dias de competições, sagrando-se a nova campeã Paulista de 2010 em sua categoria na altura de 1,00 metros, vencendo cinqüenta conjuntos que disputaram acirradamente o título.

   Yasmin e Casulo iniciaram a competição e terminaram sem nenhuma penalização nos três dias de prova, demonstrando embora pouca idade da jovem amazona (14 anos), uma maturidade e precisão no esporte como poucos conjuntos mais experientes.

   O Campeonato foi disputado na série de 1,00m, 1,10m, 1,20m e 1,30m, pela Categoria de Jovens Cavaleiros, deixando muito felizes os dirigentes do esporte presente na competição, pelo alto nível técnico dos concorrentes e animais. Com essa demonstração tudo leva a crer que o futuro do esporte já está sendo muito bem preparado para competições nacionais e internacionais dos próximos anos. Segundo o armador do percurso, Carlos Alberto Raposo Lopes os traçados nos percursos foram bastante exigentes procurando preparar os conjuntos para o Brasileiro.

   Esse foi o primeiro título conquistado pelo conjunto Yasmin Carmona/ Casulo JMen e marcaram nada menos do que a aproximação ao tempo ideal do percurso (360 metros/minuto) de 0s 17, levando o título de campeã para casa representando o Clube Hípico de Santo Amaro e O vice campeonato ficou para Victoria Ribeiro de Mendonça com o animal Charm Royale JMen, pelo Centro Hípico Terras de São José.

   Ao término da competição, Yasmin ainda muito emocionada com o título agradeceu seus pais, seu cavalo e seus professores, Juninho, o cavaleiro José Roberto Reynoso Fernandez Filho e sua auxiliar, Lucinha Rivas que durante a competição fez uma linda parceria com Yasmin.
 

 
« InícioAnterior212223242526272829PróximoFim »

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL
Banner
Banner

Boas Festas

Banner
Paz, saúde e sucesso
 
Banner
Como anunciar seu cavalo

Divulgue seu cavalo a venda aqui é grátis

Read more text
Qual é a sua idade?
 
Qual é o seu sexo?
 
O que você pratica?
 
Você e seu cavalo saltam que altura?
 
O que falta para o hipismo no Brasil?
 
No Brasil se pratica Hipismo com segurança?
 
home search Google+