Clube do Hipismo
criado em 3/3/2007
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner


Contato





2587777
Today1533
Yesterday1798
This week9116
This month33969

JOÃO EDUARDO FERREIRA DE CARVALHO É O VENCEDOR DA TERCEIRA ETAPA DO RANKING GUARANÁ ANTÁRTICA DA SOCIEDADE HÍPICA BRASILEIRA 2010
Internas

JOÃO EDUARDO FERREIRA DE CARVALHO É O VENCEDOR DA TERCEIRA ETAPA DO RANKING GUARANÁ ANTÁRTICA DA SOCIEDADE HÍPICA BRASILEIRA 2010

Colaboração Bernardo Monteiro e Roberta Pinto

O jovem cavaleiro João Eduardo Ferreira de Carvalho foi o grande vencedor da terceira etapa do Ranking Guaraná Antártica da Sociedade Hípica Brasileira 2010, que está sendo disputado na sede do clube, na Lagoa. Montando Tiara W ML, ele foi o mais rápido no desempate da prova de 1,40m, com o tempo de 39s79, em pista limpa. José Marcos de Souza Baptista e Safir Santa Cecília ficaram com a segunda colocação com o tempo de 41s71, também sem faltas. O conjunto formado por Fábio Leivas da Costa/Une Prince Domar completou o pódio com o tempo de 42s40 e uma falta.

Ainda serão disputadas mais duas etapas e o competidor que somar mais pontos nas cinco fases é declarado o campeão de 2010. Ao todo serão distribuídos 80 mil reais em premiação.

“Estou muito feliz com a vitória, principalmente por ter sido com esta égua. Ela vem crescendo muito, ficando mais constante e espero que juntos ainda possamos consolidar ainda mais esta parceria para buscar outros resultados importantes como o de hoje”, festejou João Eduardo.

Os 20 competidores que entraram na pista tinham 83 segundos de tempo concedido para saltar os 12 obstáculos do percurso idealizado por Carlos Vinícius da Motta. Apenas cinco conjuntos não cometeram faltas e carimbaram o passaporte para a fase seguinte da prova. Vale destacar que a amazona Loisse Garcia marcou o melhor tempo desta passagem anotando 76s69.
A até então líder do ranking, a amazona Stephanie Macieira cometeu uma penalidade e não conseguiu se classificar ao desempate.

Na segunda fase da prova, desta vez com oito obstáculos e tempo concedido de 52 segundos, apenas dois conjuntos completaram o percurso sem cometer infrações. O obstáculo de número seis, uma tríplice, foi a “pedra no sapato” dos competidores que acabavam sendo penalizados. João Eduardo foi o penúltimo a entrar na pista e além de não cometer faltas foi o mais rápido, garantindo assim o título da etapa.
 
“Na primeira passagem a condução da montaria foi mais complicada, tive dificuldade para garantir o zero. Já no desempate minha égua se comportou muito bem e foi bastante rápida o que acabou nos garantindo a vitória”, encerrou.
 

 
Banner
Banner
 
Banner
Como anunciar seu cavalo

Divulgue seu cavalo a venda aqui é grátis

Read more text
Qual é a sua idade?
 
Qual é o seu sexo?
 
O que você pratica?
 
Você e seu cavalo saltam que altura?
 
O que falta para o hipismo no Brasil?
 
No Brasil se pratica Hipismo com segurança?
 
home search Google+