Clube do Hipismo
criado em 3/3/2007
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner


Contato





2648082
Today60
Yesterday2169
This week7166
This month30448

ATRELAGEM, você conhece? E o cavalo Bretão?
Gerais

É o termo mais utilizado quando falamos de cavalos de tração. Significado: Atrelar um veículo ou implemento num animal, seja para esporte, lazer ou trabalho.

A docilidade, inteligência, e facilidade para receber os comandos da doma racional, além da força e características para tracionar fazem da Raça Bretã, uma das melhores raças para essa função.

A atrelagem esportiva é muito praticada na Europa e na América do Norte, como também a atrelagem para o lazer. A esportiva em competições oficiais da FEI é composta de 3 provas em que um mesmo conjunto é avaliado, (como no CCE): Adestramento, Maneabilidade e Maratona (ou Enduro). As provas também são separadas em categorias por idade e porte físico, isto é, separam-se as raças de pônei, das raças de sela (de salto e mestiços de tração pesada), das raças de tração pesada, e cada uma compete com velocidades diferentes, no restante as regras são as mesmas.

A atrelagem para o lazer é feita com diversos tipos de veículos, dentro ou fora da fazenda, em desfiles pelas cidades, para passeios agradáveis com a família e amigos. Aqui no Brasil a maior tradição são os desfiles de romarias pelas cidades, organizadas por comunidades de uma região e também os desfiles dos eventos eqüestres, onde participam várias raças, desde mini-pôneis, mulas, cavalos de todas as raças de sela, ou cruzadas, até chegar aos bretões , puxando todo tipo de veículo.

A atrelagem para o trabalho ainda é mantida nas regiões agrícolas e lugares que ainda é necessária presença da tração animal, e tem se mantido como tradição cultural, além de trazer economia na produção da fazenda.

Para as raças de tração leve ou pesada, as provas esportivas ou funcionais na Europa e América do Norte são as seguintes:

  Adestramento: como no clássico, é a prova feita em pista de grama ou areia, com as letras nas quatro laterais, onde são feitas figuras, e as passagens de passo para trote e galope. É avaliada também a apresentação do conjunto, tanto na parte técnica como na estética.

 Maneabilidade: Prova em pista de grama ou areia, em que é feito um circuito com cones delimitando as passagens e obstáculos (água, ponte de madeira, etc.), podendo ser de regularidade (com velocidade estipulada) ou contra o tempo.

 Maratona: Prova em campo aberto, de grande extensão de percurso, com velocidade estipulada, isto é, prova de regularidade. Pode ter passagens por água, lama, pontes, areia, etc. e os obstáculos são complexos. É uma prova de resistência, e também de maior emoção, aonde se conduz ao trote e galope as atrelagens.

 Tração: Provas de força, realizadas em pista de areia normalmente, onde se mede a força e a obediência do animal. Podem ser feitas com toras de madeira, ou com trenó carregado com pessoas ou com material pesado. É contra o tempo, mas existem várias penalidades durante a condução, que só pode ser feita com a voz e sem chicote ou bater com as rédeas.

Todas as provas acima os condutores podem participar com 1 cavalo ou com parelhas de 2, 4 ou 6 cavalos atrelados a um veículo.

No Brasil, a atrelagem é hoje mais praticada para o lazer e para o trabalho, a esportiva foi iniciada pela ABCC Bretão com um campeonato no Estado de São Paulo em 2007/2008, com a prova de maneabilidade, onde abriu as inscrições para outras raças, e obteve bom resultado com participações expressivas nas primeiras etapas, que foi repetido em 2009, depois começou a fazer parte das provas pela ABRAT, com apoio da CBH, que reconheceu a modalidade como esporte equestre em 2010, e até hoje são praticadas mais em São Paulo.

O Bretão continuou e continua a realizar as provas de atrelagem esportiva e funcionais em seus eventos, e no restante do país, existem provas e competições entre comunidades em SC, PR e alguns locais de SP, que mantêm uma tradição européia, nas provas de tração pesada.

Os veículos mais utilizados na atrelagem são: Charrete, Trole, Carruagem, Cabriolet, Carroça e Carroção, e cada um com diversos modelos, de 2 e 4 rodas, de madeira ou de ferro, com rodas revestidas de madeira ou de borracha. Cada veículo tem de ser adequado para cada evento, ou função a que se destina o cavalo. Para os animais de tração pesada recomendamos mais os veículos com 4 rodas.

Para a atrelagem esportiva completa e para enduro os veículos ou carros adequados na maioria são importados, pois possuem um design próprio para as competições, seguindo normas da FEI, um moderno sistema de amortecedores e de freios hidráulicos, e um eixo dianteiro articulado.

Os implementos para trabalho agrícolas mais utilizados são: Charrua (ou Trenó de madeira), Arados e Grades. Todos estes implementos a recomendação é de se usar a coalheira, para que a força seja equilibrada e o animal consiga deslocar mais fácil o implemento.

Texto de: Susana Reinhardt, Zootecnista, Superintendente do SRG e Diretora Técnica da ABCCBretão

 

 
Banner
Banner

Boas Festas

Banner
Paz, saúde e sucesso
 
Banner
Haras Itapuã

  

Criador do cavalo Brasileiro de Hipismo (BH) e Andaluz Brasileiro (AB)

Read more text
Qual é a sua idade?
 
Qual é o seu sexo?
 
O que você pratica?
 
Você e seu cavalo saltam que altura?
 
O que falta para o hipismo no Brasil?
 
No Brasil se pratica Hipismo com segurança?
 
home search Google+