Clube do Hipismo
criado em 3/3/2007
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner


Contato





2728232
Today1626
Yesterday2233
This week5780
This month37846

PLANEJAMENTO MÉDICO
Dicas Médicas
Sáb, 29 de Maio de 2010 16:34

Planejamento eficaz é essencial para a execução adequada dos procedimentos de emergência. Alguns princípios de cobertura médica aplica a todos os eventos organizados. Sempre assumir que o inesperado irá ocorrer em algum momento (no esporte de risco isso é ainda mais verdadeiro).

O CSM (Coordenador de Segurança Médico) é uma designação individual que irá trabalha com o Organizador para coordenar e supervisionar os cuidados médicos nos eventos. A CSM é responsável pela elaboração de um plano médico. Ele representa tanto os organizadores da competição e os atletas . Tem que estar envolvido com o esporte, ter conhecimento dos gesto esportivos.
O CSM é o médico que tenha experiência substancial dos riscos potenciais do esporte para o piloto,  é uma posição de facilitador  de cuidados médicos. 
O papel no momento do acidente é servir como um socorrista e coordenar a equipe e o movimento de ambulâncias

O dever primordial do CSM  é desenvolver um plano de saúde, utilizando as diretrizes, o que irá garantir uma gestão adequada dos acidentes, lesões e os efeitos adversos que podem ocorrer.

 

Pessoal Médico e E EQUIPAMENTOS 
O pessoal médico em um evento são treinados no trauma e suporte avançado de vida cardíacas, inclusive a partir de fluidos IV, administrar os medicamentos de acordo com protocolos de suporte avançado de vida, intubação e gestão das vias aéreas, como por seu estado ou região de certificação do SGA.

IDENTIFICAÇÃO DO PESSOAL


         A correta identificação fácil do pessoal é sempre útil numa situação de crise. Todo o pessoal médico deve ser identificado . (coletes, camisas brilhante) para que eles possam fazer o seu trabalho sem interferências. Eles devem usar crachás ou braçadeiras identificando os Paramédicos, Socorristas, Enfermeiro  e Médico,


Todos os membros da equipe médica deve saber o papel que desempenham no cuidado do paciente e isto deveria ter sido elaborado muito antes que ocorra uma crise. É ótimo se o juiz / diretor prova, um amigo  ser um médico, mas elas também precisam ser educados sobre o plano de saúde. O dermatologista, que é um juiz / diretor   de prova/ amigo  pode fazer uma grande primeira resposta, mas quando a equipe médica chega, ele deve recuar  e permitir que eles façam o seu trabalho. (Por isso a necessidade de ter conhecimento e estar envolvido no esporte, não basta ser Médico)
Em muitas situações ocorre  que uma pessoa se aproxima e se identifica como um médico, muitas vezes tentando ser útil ou envolver-se no cuidado do paciente. Os paramédicos operar sob protocolos médicos específicos, sob a direção de seu oficial de comando médico. Eles não podem receber ordens de apenas alguém que identifica verbalmente e diz "Eu sou  médico". Lembre-se que a maioria dos médicos não são treinados em atendimento pré-hospitalar.

                                       AMBULÂNCIAS


AMBULÂNCIAS BÁSICAS basicamente para imobilização e transporte só, não contém oxigênio e uma maca. 

AMBULÂNCIA UTI, equipados para ADVANCED LIFE SUPPORT. Geralmente composta por, um Enfermeiro, um socorrista e um médico, que está disponível para o atendimento pré-hospitalar e transporte. Equipamento adequado varia de região para região, mas inclui geralmente o oxigênio, sucção, laringoscópio e tubos endo-traqueal, desfibrilador. Medicamentos, Seguindo a portaria 2048

As ambulâncias devem ser estacionadas nos locais geograficamente mais acessíveis. 
ROTAS DE SAÍDA DE EMERGÊNCIA E TRANSPORTE
 Quando a transferência é definida, o CSM deverá dar autorização para efetuar a saída da mesma para o Hospital previamente estabelecidas. Além disso, o socorrista deve ter rotas alternativas.  

 

Ambulância UTI - Competições Esportivas 
Permanência de uma Ambulância UTI totalmente equipada e com equipe médica altamente qualificada para transferência ao Hospital em qualquer tipo de emergência que ocorra durante competições esportivas.

 Sempre indicamos no mínimo o uso de 2 ambulâncias UTI com equipe completa, pois se houver a necessidade de encaminhar algum atleta para o hospital, mesmo que seja para avaliação simples, a prova não fica descoberta e não ha necessidade de interromper a mesma.

Se montarmos um ambulatório com equipamento completo para atendimento emergêncial, não há  necessidade de 2 ambulâncias UTI , podendo ser 1 UTI e 1 básica, porém a equipe estará composta com 2 médicos, sempre visando a continuidade do evento em caso da necessidade da saída de 1 médico.( sendo um coordenador Médico)

A equipe médica presente no local do evento é responsável pelo atendimento emergencial á qualquer pessoa, atleta ou não, inclusive fora do local do evento se por acaso formos acionados, e posso dizer que não é raro isto ocorrer. Por isso em grandes eventos sempre indicamos a presença de uma equipe somente para atendimento ao público em geral, evitando interferência com a equipe responsável pela competição.

A legislação vigente se refere ao estatuto do torcedor, além de questões referente á responsabilidade civil que o promotor do evento assume quando organiza uma prova. Se o evento ocorrer em São Paulo existe a necessidade da anuência do Cecom, que é um orgão fiscalizador da prefeitura de São Paulo, ligada ao SAMU. Eles avaliam o planejamento e a estrutura de apoio médico que vai ser utilizada, podendo indicar o que acham adequado ao evento.Também esta ocorrendo com certa frequência a fiscalização do Coren, que ficou responsável em realizar a fiscalização em ¨campo¨das ambulâncias utilizadas nos eventos assim como a presença de equipe adequada(Motorista, Médico e Enfermeiro)

Nas ambulâncias tipo UTI e/ou suporte avançado, é obrigatória a presença do ENFERMEIRO, estando vetado ao Técnico/Auxiliar de Enfermagem, por Lei, assumirem estas ações sem a presença do profissional necessário.
http://corensp.org.br/072005/

 

                               HELICÓPTEROS 
Geralmente o transporte em ambulância do solo é o mais eficiente para intervalos de até 30 quilômetros. Quando um atleta estiver gravemente traumatizados necessidades de transporte para um hospital  por helicóptero pode ser uma opção . Local de pouso deve ser selecionado bem antes da competição e revistos pelos pilotos.  Precisa ser discutido com o organizador do evento  o tempo de inicialização mais o tempo estimado de viagem para determinar quanto tempo vai demorar para chegar ao seu destino. Se ela vai levá-los mais de 20 minutos para chegar lá, você pode optar em remover-lo na  ambulância. 

Que situações deve levar você a considerar helicóptero de transporte? 
1) lesão da medula espinhal óbvio, as necessidades do paciente mais próxima Graul I Trauma com lesão medular 

Ferimento na cabeça

2) A vítima ainda inconsciente com  necessidades tratamento neurocirúrgico
3) com trauma grave perda de sangue 
4) Comprometimento de vias aéreas

 

 

 
Banner
Banner
 
Banner
Haras Itapuã

  

Criador do cavalo Brasileiro de Hipismo (BH) e Andaluz Brasileiro (AB)

Read more text
Qual é a sua idade?
 
Qual é o seu sexo?
 
O que você pratica?
 
Você e seu cavalo saltam que altura?
 
O que falta para o hipismo no Brasil?
 
No Brasil se pratica Hipismo com segurança?
 
home search Google+